Henri Poincaré

Jules Henri Poincaré (Nancy, 29 de abril de 1854 — Paris, 17 de julho de 1912) foi um matemático, físico e filósofo da ciência francês.

Henri Poincaré
Conjectura de Poincaré
Nascimento 29 de abril de 1854
Nancy
Morte 17 de julho de 1912 (58 anos)
Paris
Residência França
Sepultamento Cemitério do Montparnasse
Nacionalidade francês
Cidadania França
Irmão(s) Aline Boutroux
Alma mater École Polytechnique, Mines ParisTech
Ocupação matemático, filósofo, astrônomo, físico, engenheiro, filósofo da ciência, topólogo, professor universitário, pesquisador, cientista
Prêmios Prêmio Poncelet (1885)
Medalha de Ouro da RAS (1900)
Medalha Sylvester (1901)
Prémio Bolyai (1905) Medalha Matteucci (1905)
Medalha Bruce (1911)
Empregador Universidade de Paris, Escola Politécnica
Religião ateísmo
Causa da morte embolia
Assinatura
Orientador(es) Charles Hermite
Orientado(s) Louis Bachelier, Dimitrie Pompeiu, Mihailo Petrović
Campo(s) matemática e física
Tese 1879: Sur les propriétés des fonctions définies par les équations différences

Ingressou na Escola Politécnica em 1873, continuou seus estudos na Escola de Minas sob a tutela de Charles Hermite, e se doutorou em matemática em 1879. Foi nomeado professor de física matemática na Sorbonne (1881), posto que manteve até sua morte. Antes de chegar aos trinta anos desenvolveu o conceito de funções automórficas, que usou para resolver equações diferenciais lineares de segunda ordem com coeficientes algébricos. Em 1895 publicou seu Analysis situs, um tratado sistemático sobre topologia. No âmbito das matemáticas aplicadas estudou numerosos problemas sobre óptica, eletricidade, telegrafia, capilaridade, elasticidade, termodinâmica, mecânica quântica, teoria da relatividade e cosmologia.

Foi descrito com frequência como o último universalista da disciplina matemática. No campo da mecânica elaborou diversos trabalhos sobre as teorias da luz e as ondas eletromagnéticas, e desenvolveu junto a Hendrik Lorentz a teoria da relatividade. A conjectura de Poincaré foi um dos problemas não resolvidos mais desafiantes da topologia algébrica, sendo resolvido apenas em 2003 pelo matemático russo Grigory Perelman, mais de um século após sua proposição; e foi o primeiro a considerar a possibilidade de caos num sistema determinista, em seu trabalho sobre órbitas planetárias. Este trabalho teve pouco interesse até que começou o estudo moderno da dinâmica caótica, em 1963. Em 1889 foi premiado por seus trabalhos sobre o problema dos três corpos.

Alguns de seus trabalhos mais importantes incluem os três volumes de Os novos métodos da mecânica celeste (Les méthodes nouvelles da mécanique céleste), publicados entre 1892 e 1899, e Lições de mecânica celeste (Léçons de mécanique céleste, 1905). Também escreveu numerosas obras de divulgação científica que atingiram uma grande popularidade, como Ciência e hipótese (1902), O valor da ciência (1904) e Ciência e método (1908).

This article is issued from Wikipedia. The text is licensed under Creative Commons - Attribution - Sharealike. Additional terms may apply for the media files.